A evolução tecnológica e o futuro do emprego

A evolução tecnológica e o futuro do emprego

A Indústria na era digital

Esse foi o magnífico assunto que o professor Sunil Gupta palestrou no palco da FIESP hoje. Ele foi Professor Meyer Feldberg de Negócios na Columbia Business School. Atualmente é titular da Cadeira Edward W. Carter, Professor de Administração de Empresas e Presidente do Programa de Gestão Geral da Harvard Business School, sendo considerado um dos maiores especialistas do mundo em Transformações Digitais. Suas pesquisas se voltam para a área de Tecnologia Digital e seu impacto no comportamento dos consumidores e nas estratégias das empresas.

Só pela introdução já dá para perceber que o poder do conhecimento compartilhado por ele foi sensacional. Estar no mesmo ambiente com pessoas como Oziris Silva e Paulo Skaf – que fez uma magnífica introdução – mostra que eu realmente estava no lugar certo, com as pessoas certas, investindo no entendimento dessa nova era que estamos, a Digital.

Não é a mais forte das espécies que sobrevive, nem a mais inteligente. É a que se adapta mais rápido às mudanças. – Charles Darwin

Com base nessa colocação vimos os estágios da revolução, a transição de produtos para plataforma, Inteligência artificial, e algo muito importante: o impacto da transformação na força de trabalho.

É grande a preocupação com a extinção de posições que, naturalmente, deverá acontecer. Positivamente devemos focar os esforços em realocar as pessoas em outro tipo de posição, pois certamente novas posições surgirão, assim como novos mercados de trabalho. Ninguém forçou o desaparecimento dos datilógrafos, assim como décadas atrás ninguém imaginou que surgiriam os radiologistas, por exemplo.

O redesenho dos negócios é necessário:

  1. Redefinir o escopo
  2. Encontrar novas (e escondidas) fontes de valores
  3. Construir de forma mais enxuta
  4. Desenvolver produtos como serviços (products as a Service)
  5. Repensar os produtos como plataformas
  6. Abraçar Big Data e Inteligência artificial

Muita coisa ainda está para acontecer, mas devemos estar atentos nos acontecimentos presentes e nas suas consequências futuras. A era digital veio para ficar, mas ainda há pessoas vivendo em eras passadas (sem luz elétrica, sem saneamento básico, sem alfabetização…).

Estamos em meio a uma grande crise no Brasil e muita coisa precisa ser mudada: judiciário, regras de comércio, tributação e muito mais.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.

× Como posso te ajudar?